terça-feira, 16 de junho de 2009

Sobre Chuvas e Campos

A chuva não molha, lava
Lava o corpo sujo do dia
Alegria da alma suja da noite

A chuva não é água, é colírio
Colírio pras marcas do tempo
O vento que te marca como açoite

A chuva não chove, enche
Enche de vida quem veio viver
É florescer campos ou não

Campos...não são, eu sou

V.Campos

2 comentários:

  1. que a chuva caia como uma luva um diluvio um delirio que a chuva traga alivio imediato!!!

    rs

    abs Sir Campos!
    San!

    ResponderExcluir